O que é mais importante para ser um bom roteirista? Técnica, criatividade ou escrever bem?

Atualizado: 26 de Abr de 2020


Esse questionamento é comum entre roteiristas.


Há aqueles que acreditam que a criatividade supera um roteiro mal escrito. Outros pensam que a técnica é o mais importante. Há ainda os que dizem que escrever bem é a base de tudo.


Vou apresentar a minha visão sobre o assunto.


Quando o roteirista tem apenas criatividade, ele não consegue transformar o que está na sua mente em um roteiro empolgante.


Muitos roteiristas são extremamente criativos. Têm uma invejável capacidade inventiva para criar tramas, cenas, situações e personagens. Mas todo esse ouro não consegue ser materializado na forma de um roteiro porque falta técnica, conhecimento da estrutura e habilidade para contar uma história.


Quando o roteirista tem apenas técnica, sua mente não consegue gerar ideias criativas para que ele possa transformá-las em um roteiro empolgante.


Muitos roteiristas entendem profundamente a técnica e a estrutura do roteiro. Sabem perfeitamente como contar uma história com começo, meio e fim. Mas não são capazes de criar tramas diferenciadas, com frescor autêntico e inventividade. Assim, todo esse arsenal de conhecimento técnico não encontra um material criativo para trabalhar.


Conclusão: um bom roteirista precisa ter criatividade e técnica.


E nessa "receita" ainda é preciso acrescentar um terceiro ingrediente: o domínio da escrita. Sem ele, a qualidade de um roteiro é MUITO prejudicada.


Esse, inclusive, é o aspecto que recebe menos atenção. É comum ouvirmos de roteiristas iniciantes que o domínio da escrita não é relevante ou é coisa que "um dicionário resolve".


Domínio da escrita é muito mais do que saber regras de ortografia. É ter a capacidade de se expressar de forma clara, concisa e objetiva, proporcionando uma leitura fluida que conduz o leitor e o faz mergulhar na história.


Um possível contratante não vai ler a sua mente e nem a sua técnica. Ele vai ler a sua escrita. É por isso que você precisa dominá-la.


Um roteiro é composto por vários itens. Nenhum deles sairá "ileso" se os demais forem de má qualidade. Dessa forma:


- Uma ótima ideia será ofuscada pela falta da técnica.

- Uma excelente técnica não transformará um roteiro clichê em uma trama inventiva.

- Uma escrita ruim fará estrago em um roteiro criativo e tecnicamente impecável.


Criatividade, técnica e domínio da escrita são os itens principais e andam juntos na construção de um roteiro. Procure sempre melhorar suas habilidades em todos eles, sem negligenciar nenhum.


Leda Ene

Roteirista

183 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo