Dificuldades com a logline? Experimente essas dicas.

Não se apegue à regras e fórmulas.


Quanto mais você se esforçar para encaixar sua logline "na marra" dentro desses padrões, mais artificial e pouco atraente ela ficará. Isso porque, ao colocar "regras" acima da qualidade da mensagem, você deixa em segundo plano a boa escrita e é exatamente essa a base de uma logline eficiente.


A ideia da logline é despertar a atenção do possível contratante, é incentivá-lo a querer saber mais, é fazer uma espécie de "pré-venda" do seu roteiro. Assim, além da boa escrita, você deve acrescentar ao texto uma dose de marketing.


A logline é a chamada publicitária para que seu "consumidor" se interesse em comprar o seu produto.


Essas 4 dicas irão ajudá-lo a construir uma boa logline:


1. Saiba descartar informações irrelevantes.

Imagine que seu protagonista é um auxiliar de cozinha que sonha ser roteirista em Hollywood. Ele larga o emprego em um restaurante árabe para trabalhar em uma pequena produtora do seu bairro. O job é ser estagiário do assistente de roteiro, sem remuneração.


O fato do protagonista largar o emprego para realizar seu sonho é essencial para a logline.


O fato do protagonista "trabalhar em um restaurante árabe" não é essencial para a logline.

O fato do job ser "estagiário do assistente de roteiro" não é essencial para a logline.

O fato da produtora ser do bairro dele não é essencial para a logline.

O fato da produtora não pagar não é essencial para a logline.


Pergunte-se sempre se a informação que você deseja inserir na logline é realmente essencial.


2. Insira pequenos apelos de marketing.

Se nessa história do exemplo, eu destaco que o protagonista larga um emprego fixo, o efeito dessa decisão torna-se mais forte. Qualquer pessoa sabe o peso da decisão de largar um emprego certo por um trabalho sem garantias, ainda mais se o motivo é ir atrás de um sonho.


Quando eu digo que o protagonista teve a coragem de trocar o certo pelo incerto, eu faço com que o leitor se identifique, crio um gancho emocional e aumento o interesse dele pela história.


3. Escolha cuidadosamente cada palavra.

Se eu quero dar a ideia de que o protagonista é alguém que corre atrás do que quer sem desistir, eu não diria que ele vai "realizar" o seu sonho. Eu diria que ele vai "perseguir" o seu sonho. "Perseguir" é um verbo que traz uma ideia muito mais forte e ativa do que "realizar".


Assim, eu transmito a ideia de que esse protagonista é um guerreiro e, portanto, a batalha dele para conquistar esse objetivo é algo que vale a pena acompanhar. Escolher palavras a dedo é controlar o efeito que você quer dar na mensagem, é trabalhar a boa escrita.


4. Escolha a melhor sequência de informações para a sua logline.

Escolhendo a dedo a sequência das informações (o que vem primeiro, o que vem depois, como começa, como termina), você pode tornar sua logline mais forte, mais fraca, mais tradicional, mais inusitada, mais ou menos interessante.


Leia em voz alta, altere a sequência, teste, perceba se a logline parece fora do ritmo, se está comprida demais (sem fôlego). Faça os ajustes necessários na sequência até que ela flua de forma harmônica na leitura.


Priorizar a boa escrita e acrescentar doses de marketing é a forma mais fácil e natural de criar uma boa logline. Experimente.


Leda Ene

Roteirista

255 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo