Leia mais e assista menos.

Atualizado: 4 de Abr de 2020

É comum que roteiristas iniciantes dediquem grande parcela de seu tempo para assistir filmes e séries. E por isso acabam deixando de lado uma das formas mais eficientes e agradáveis de melhorar as habilidades de escrita: a leitura de ficção.


Ler livros de ficção proporciona duas grandes vantagens para o roteirista:


A mente criativa é exercitada.

Quando você ASSISTE, sua posição é totalmente passiva. Você está testemunhando a execução completa de uma obra. Quando você LÊ, sua posição é totalmente ativa. Você está criando e desenvolvendo na sua mente cada vírgula daquela trama.


A mente ganha novos recursos.

A leitura de bons livros amplia e enriquece o vocabulário, fornecendo mais bagagem para que o roteirista descreva cenas e crie diálogos facilmente.


Como extrair o melhor da prática de ler ficção:


1. Transforme essa "obrigação" em lazer. Dê preferência aos gêneros que você gosta. Ler apreciando cada página da história, além de prazeroso, abre ainda mais a sua mente para receber conhecimento. Assim, o seu aprendizado acontece de forma divertida e natural.


2. A partir do gênero que você gosta, experimente ler vários autores, sem preconceito. Ter contato com estilos de escrita diferentes só enriquecerá o seu roteiro. Eu, por exemplo, gosto de aventuras. Minhas leituras englobavam de Sidney Sheldon a Homero. Um livro por semana. E todos me ajudaram igualmente.


Apenas tome cuidado ao escolher os livros. Hoje, infelizmente, há inúmeras obras populares tanto em livrarias quanto em plataformas online com péssima qualidade de escrita.


A dica é procurar boa leitura de ficção lá nos anos 90, 80 ou antes disso. E você nem precisa gastar dinheiro. Vasculhe na prateleira dos seus pais, tios e avós. Certamente você encontrará excelentes livros.


Leda Ene

Roteirista

125 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo